Pode se considerar um currículo como um documento que tem de forma resumida sua vida e qualificações profissionais. Este documento geralmente é usado para uma oportunidade de emprego e é o primeiro contato entre o candidato a vaga e a empresa que disponibilizou a vaga. Esse documento também pode ser considerado um marketing pessoal, onde o candidato faz uma promoção pessoal.

Alguns acreditam que fazer um currículo é algo muito difícil, sejam candidatos a primeiro emprego ou profissionais experientes, mas a execução desse documento está longe de ser impossível.

 

  • Como montar um currículo?

Já dissemos que o currículo é um documento é um resumo de informações de sua vida profissional, nele você coloca informações pessoais, de escolaridade, experiência profissional, qualificações e suas habilidades.

O currículo deve ser parte de um processo de marketing pessoal. Marketing pessoal é uma técnica de promoção pessoal, com a função de “vender” a própria imagem e influenciar de maneira positiva a forma que a pessoa promovida é vista. Seu currículo deve ter como finalidade atrair empregadores e convencê-los de que você é uma real e melhor opção para a vaga que você se candidatou. Tem que trazer à tona o interesse do recrutador de conhecê-lo por meio de uma entrevista

Para melhorar seu currículo é preciso estar atento aos detalhes do documento você precisa escolher as informações mais relevantes para aquela empresa, como experiências, habilidades, conhecimentos e talvez um pouco de sua personalidade.

 

– Visual

Antes do recrutador ou empregador ler as informações que constam em um currículo o visual é o que chama atenção. O visual sendo a primeira impressão, já pode ser considerado a primeira avaliação e pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Não existe um currículo padrão de como deve ser entregue, porém ele deve ser agradável a vista, organizado e de fácil leitura. As escolhas de layout desse documento são importantes, como:

  1. Margens

Use margens do documento de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). As margens devem conter 3cm no lado superior e esquerdo, e 2cm no lado inferior e direito.

  1. Fontes

Apesar das diversas fontes existentes, não são todas que podem ser usadas em um documento profissional desse tipo. Um currículo, carta de apresentação, carta de recomendação ou carta de agradecimento pede fontes mais simples e profissionais.

A fonte Times New Roman são as mais tradicionais para esses tipos de documentos, porém há outras opções que você pode colocar de acordo com a sua preferência ou a do recrutador

Alguns exemplos de fontes interessante para um currículo são:

 

  • Arial
  • Avenir
  • Calibri
  • Futura
  • Helvética
  • Times New Roman

 

  1. Tamanho da fonte

O tamanho da fonte pode variar de acordo com a fonte escolhida para o documento. Há escolhas “seguras” como o tamanho 11pt, porém pode ficar a vontade da pessoa que está criando o documento escolhê-la.

Deve se atentar para que as letras não fiquem muito grandes, e desorganizando o documento, ou muito pequenas, e dificultando a leitura do documento.

Pode ter uma alteração de tamanho da fonte na diferenciação entre o tópico e as informações do tópico, por exemplo, colocar “Experiências profissionais” com um tamanho de fonte 13pt e suas informações de experiências em 11pt. Essa diferença de tamanho não pode ser muito grande.

 

  1. Símbolos

Os símbolos devem ser usados apenas como marcadores ou espaçadores de texto, com o intuito de destacar algo e seu uso deve ser sutil. O símbolo mais comum é o ponto marcador tradicional, que é um pequeno ponto preto.

Evite usar diversos tipos de marcadores, o ideal é usar apenas um tipo desses marcadores. Tente não misturar símbolos circulares ou quadrados.

 

  1. Cor

Currículos devem ter tradicionalmente o seu fundo branco e as letras em preto, esse é o modelo aceito em todas as empresas. Você pode adicionar cores diferentes para salientar uma ou outra informação, mas isso deve ser pouco utilizado e que seja usado um padrão para isso.

Algumas empresas podem descartar currículos que fogem do padrão de fundo branco e letras pretas.

 

– Informações pessoais

No topo do documento coloque suas informações pessoais como, nome completo, endereço atual, contatos telefônicos e email, para o contratante estar ciente de quem é esse documento.

 

– Objetivo

Um objetivo geralmente é resumido em duas linhas e nele deve conter suas motivações para se candidatar para aquela vaga e suas qualidades para ela O objetivo deve constar abaixo de suas informações pessoais.

 

– Experiência profissional

Nessa parte do currículo, deve ser colocado suas experiências profissionais passadas, caso você tenha experiência. Descreva datas, funções e empresas em que você trabalhou de forma remuneradas, ou não remuneradas, ou como estagiário ou voluntário.

Tente indicar apenas experiências relevantes de acordo com o cargo que se candidatará.

 

– Formação acadêmica

Nessa seção deve ser colocado seu nível de escolaridade suas graduações e suas conquistas acadêmicas. Cada um deve ser separado com nome da graduação, local onde foi cursado e datas. Lembrando de sempre colocar as informações pertinentes a vaga candidatada.

Essa informação é ainda mais importante para quem está buscando entrar no mercado de trabalho e ainda não tem experiência profissional.

 

– Outras informações

Ao contrário das outras seções, essa não é obrigatória e é totalmente flexível por candidato ou vaga. Após todas as outras informações descritas no documento, você pode adicionar seções da sua escolha, que sejam pertinentes, de acordo com a vaga e seus conhecimentos.

Essas seções adicionais podem ser:

Idiomas

Conhecimento em software

Aplicações de escritório

Habilidades

Reconhecimentos e prêmios

Publicações

Interesses Pessoais

E muitas outras opções que você como candidato pode achar pertinente a empresa e ao recrutador conhecer sobre seu perfil profissional.

 

  • 4 Erros mais comuns em currículos

 

  1. Fotos ou dados desnecessários

Não é necessário colocar foto em um documento de currículo, a não ser que você seja um modelo. Outra coisa que não é necessária são dados como RG e CPF. Tenha cuidado também com endereços de email pouco profissionais.

 

  1. Erros de digitação

Fique atento a erros de digitação e de português. É muito aconselhável que seja feita uma leitura ou pedir auxílio a alguém para ler o seu documento com a finalidade de assegurar que não tenha esses tipos de erro, antes de envia-lo ou imprimi-lo

 

  1. Esquecer de colocar alguma informação

Além de fazer uma revisão para correção de digitação e português é indicado também fazer essa revisão para a observação de todos os dados importantes estarem lá.

 

  1. Omitir informação

A omissão de informação pode ser desconfortável para ambos os lados. Isso pode prejudicar uma empresa assim como sua carreira profissional. Não tenha medo de ser verdadeiro. Ser verdadeiro pode inclusive gerar credibilidade.